Referências e Postulados

DEMOCRACIA PARA A EQUIDADE SOCIAL E A PARTICIPAÇÃO NA FORMULÁRIO E AVALIAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS, condição fundamental à  desconcentração do poder através da participação social. Criação de mecanismos e instâncias adequadas para a negociação e a tomada de decisão quanto às formas de gestão que viabilizem a participação da sociedade. Abertura de espaços para proporcionar o fortalecimento das organizações comunitárias.

GESTÃO SOCIAL E LOCAL DA INTERVENÇÃO EDUCACIONAL, pressuposto que estabelece que a estratégia de gestão para o desenvolvimento local sustentável considere eixos centrais de prioridades, representativos das maiores potencialidades e das principais carências da região. Consideração de que a educação é por si própria, um forte indicador de qualidade de vida, sendo esta medida pelo grau de acesso da população aos serviços, sua extensão e qualidade. Ênfase nos processos de gestão democrática, nos princípios e valores que definem uma Ética centrada na convivência e solidariedade.

PLURICULTURALIDADE E MULTIREFERENCIALIDADE, pressupostos que implicam na confluência dos interesses dos diferentes grupos Étnicos e das instituições públicas, das organizações privadas e dos grupos sociais no sentido do bem-estar comum, que é o sentido primeiro de qualquer proposta de formação de educadores e de desenvolvimento. Com isso, afirma-se que as etnias e instituições não percam a sua identidade, ao contrário, reforcem os seus papéis sociais a partir da elevação dos seus níveis de instrução, educação e consciência social e ética.

PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA SOCIAL E DA EDUCAÇÃO, compreendida como elemento propulsor do resgate e da formação da identidade, com espaços e territórios a serem preservados e resgatados, entre eles o espaço da escola.

DIMENSÕES EXPERIENCIAIS DA VIDA E DA FORMAÇÃO, como princípios que subsidiam a formação e desenvolvimento profissional docente em seus diferentes ní­veis e modalidades, com ênfase nos estudos sobre histórias de vida, representações sociais, mí­dia e cotidiano, docência universitária do domínio da formação de professores.

A SUSTENTABILIDADE NA EDUCAÇÃO, que implica universalidade da escola, equidade, integralidade e eficácia da oferta da educação básica, requisito fundamental para a implantação de um projeto de educação reforçador da identidade, da memória e do desenvolvimento de um povo. À sustentabilidade interna do sistema educacional (evitando o desperdício, a improdutividade e a desqualificação, soma-se a ideia de sustentabilidade externa, a articulação entre educação e processo social, o que se realiza através da aquisição, pelos cidadãos, dos conhecimentos básicos da cultura letrada e dos conhecimentos e competências que os habilita ao domínio de seu território e a inserção no processo produtivo.

A LÓGICA HIPERTEXTUAL, que se refere ao funcionamento por associação complexa, rizomática, tendo na estrutura de rede um meio/fim para a transformação da prática pedagógica, no sentido de fazer avançar a compreensão da relação homem-máquina e da educação-comunicação, superando-se a ênfase dicotômica e garantindo-se a produção de conhecimento e da cultura.